Ciclo de encontros mensais na PUC-Rio

Vamos organizar um ciclo de quatro encontros mensais com entrada franca para discutir metodologias de pesquisa aplicáveis ao campo da clareza textual.

A série chama-se “Ciclo de Conversas sobre Linguagem Cidadã” e ocorrerá na primeira segunda-feira do mês, de 18h30 às 20h, na PUC-Rio.

Haverá uma parte expositiva e, depois, abre-se para perguntas e comentários dos participantes.

O ciclo começa no dia 2 de setembro. Erica dos Santos Rodrigues, professora do Departamento de Letras da PUC-Rio, falará sobre metodologias usadas no campo da Psicolinguística.

Nesse mesmo dia, a jornalista Heloisa Fischer, mestranda em Design na PUC-Rio e fundadora da assessoria Comunica Simples, fará uma breve apresentação sobre o Movimento Pela Linguagem Simples (Plain Language).

Em 7 de outubro, a engenheira Lia Nobrega comentará como conduziu a sua investigação sobre rótulos e embalagens no mestrado em Ciência de Alimentos na UFRJ.

No dia 4 de novembro, a professora Claudia Cappelli, do Programa de Pós-Graduação em Informática da UFRJ, vai apresentar as pesquisas que tem feito e orientado no campo de processos organizacionais, incluindo linguagem escrita.

O ciclo de conversas encerra-se em 2 de dezembro com a apresentação conjunta de Claudia Mont’Alvão – professora do Departamento de Artes e Design e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Design na PUC-Rio – e Heloisa Fischer.

Claudia apresentará métodos usados por pesquisas no Laboratório de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces  (LEUI) que abordam a questão da clareza textual. Heloisa apresentará o andamento de sua investigação de Mestrado em Design com foco na compreensibilidade de textos governamentais online.

Teremos alegria em receber pesquisadores, profissionais e estudantes interessados em compreensibilidade e clareza de textos para discutir a aplicação destes temas no campo da cidadania e conhecer as atividades do LincLab.

As conversas de setembro, novembro e dezembro serão na Sala Cleonice Berardinelli, no quarto andar do Edifício Padre Leonel Franca. Já a conversa de outubro será no mesmo prédio, mas na sala LF32.